Páginas

Que Sta Sara abençoe nossos caminhos!

quarta-feira, 27 de julho de 2016

O Baralho comum e suas diversas cartomancias (1)

 

The_Gypsy_Fortune_Teller_Wellcome_L0041335

Chromolithographed trade card (for Dr. Jayne's Tonic Vermifuge), "The Gipsy [sic] Fortune-Teller" (circa 1880s).

Com frequencia recebo comentários no Blog perguntando sobre a cartomancia com as cartas do baralho comum. O motivo é que ao visitar sites ou comprar livros para estudo, encontramos uma falta de similaridade entre os significados atribuidos aos naipes e as próprias cartas e isso gera a maior confusão!

O livro A está certo, ou seria o livro B? Cada livro conta sua “verdade”?

Devo usar todas as cartas do baralho, incluo os coringas ou não? O que devo escolher, usar o Ás, Rei, Rainha , Valete, 10, 9, 8 e 7 como A.E Waite nos sugere no método frances ou como no italiano segundo P.R.S.Foli nos recomenda?

Como não ficar confusos quando ao abrir livros diferentes vemos conceitos praticamente contraditórios entre os significados e muito estranhamente alguns livros persistem em afirmar que o 9 de copas é a carta do grande desejo?

A mesma confusão se faz ver nos simbolismos dos naipes que representam valores diferentes segundo a visão do autor, pois trazem o histórico do passado onde vivíamos separados por classes sociais distintas com papéis bem definidos.

Como pesquiso sobre a cartomancia com as cartas de jogar, me deparo com muita frequencia com essa origem incerta das cartas (China, Egito, India?) e o momento em que elas se tornam fonte de previsões.

Seu passado e origem se perdem na história do tempo e de certa forma se popularizou tanto mundo afora que vemos sempre nas obras de arte as cartomantes com frequencia diante de um maço de cartas de jogar, não o tarot e muito menos o Lenormand.

O custo das cartas comuns era e ainda é mais baixo, e em todas as casas temos um baralho, nem que seja para uso recreativo.

 

b4bfccbd6e156a264d22d56bc422d76e

Fortune Teller, Female Artists, Famous Artists, Maurice Utrillo, Future Unveiledaka, Valadon Suzanne Artist, Artist S Model, Women Artists

Sem me aprofundar muito, posso dizer que além das questões regionais e da própria forma de ensinar a cartomancia antiga, tipo “boca – ouvido” onde o neófito assistia as leituras de seus familiares passivamente, e a sua melhor escola era a sua própria tradição familiar, muito se confundiu e se perdeu ao passar a “arte” de um para o outro.

Nem sempre os conceitos eram colocados com um critério lógico, muito se abstraia da própria intuição e há quem diga como o respeitavel Dr. Martello que em muitos casos a arte de ler as cartas era passada intencionalmente errada, pois quando a cartomancia passou a ser algo rentável, muitos desejaram aprender, e no ato de ensinar , propositalmente conceitos eram passados de forma errada, e  muitos significados foram adulterados nesse processo.

Independente de onde esteja a “verdade” e o que possamos considerar “certo” , a cartomancia com o baralho comum é certeira, e direta. Sem muitos enfeites e floreios ela não conta com imagens artisticas, nem grandes eventos simbólicos, mas é perita em retratar as cenas do cotidiano em linguagem simples que não deixa dúvidas.

Eu tenho muitos livros de cartomancia brasileros e não me identifico com nenhum deles. Entendo que é necessário que os significados “conversem” com sua ancestralidade e seu psiquismo. Quando batemos os olhos num determinado estilo de leitura e ele faz sentido para nós, ai a mágica acontece.

Por isso respeito muito cada tipo de cartomancia com as cartas de jogar, pois cada uma conta uma estória diferente, vem de uma linhagem diferente, com sua carga de experiencias e egrégora próprias.

Meu encontro fundamental e apaixonante foi com a cartomancia Hedgewhitchery, sobre ela tenho falado aqui no blog. Simples, os naipes e seus simbolos fizeram sentido para mim, segue uma ordem numerológica coerente para minha leitura e tudo funciona bem quando uso as cartas.

Esse método vem a ser bastante parecido com o do Dr Leo Martello no que diz respeito aos significados, e também encontrei na cartomancia de Kapherus, num dos grupos de estudo que ele administrava, um entendimento e um conhecimento que me ajudaram a caminhar nessa direção.

Hoje temos livros importados bem interessantes, mas como em toda cartomancia há que ter amor, muita dedicação, e muita prática para que as cartas comecem a conversar e trazer seu sentido.

Se por acaso você encontrou um livro com significados que fizeram sentido para você, sugiro que estude com afinco, treine muito e experimente os resultados antes de abandona-los.

Não menospreze nada que não faça sentido num primeiro momento, até porque a cartomancia com o baralho comum não pretende ser sofisticada, nem ter um linguajar de estilo. É bem simples. Muitas pessoas que mal sabiam as letras eram peritas em manejar as cartas e sabia como ninguém a arte de ver o futuro.

À Elas e Eles que vieram antes de nós faço minha reverencia sincera!

Boa cartomancia para todos!

BJuss

 

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Sibilla Della Zingara – Emanuel J Santos

SUBSÍDIOS PARA O ESTUDO DO ORÁCULO A PARTIR DA HISTORIA DA ARTE

Image-1 (9)

É com muita alegria que acompanho o trabalho do meu querido amigo Emanuel J Santos. Não fosse as boas horas de leitura que já vivenciei em seu Blog Conversas Cartomânticas experimentando bons momentos com vários tipos de oráculos, agora tenho a alegria de ver nascer um  livro que me parece  ser o primeiro de muitos, uma parte de um trabalho que certamente nos dará muitos frutos no futuro.

Digo isso com a certeza de quem acompanha o Emanuel e sua férrea vontade de adentrar nos detalhes da obra. Essa herança que traz das vivências acadêmicas, que mistura a História, a Arte e as Letras nos ares benfazejos das Minas Gerais.

Achei genial visitar a Sibilla Della Zingara passeando pelos pinceis de diversos artistas e nos provando que a vida imita a arte… ou a arte imita a vida?

O fato é que as emoções e dilemas humanos estão ali desafiados pelo olhar crítico do autor, que encontrou nos segmentos da arte,  as definições objetivas para quem quer dar um passo além na compreensao cartomântica de ler a Sibilla.

Além dessa viagem pelo tempo, desfilando as cartas do baralho, o leitor encontrará as estruturas de leitura bem definidas, o que faz falta para quem deseja conhcer o oráculo, além de bem claro as estruturas de estudo que são nossa bússula sempre que nos aventuramos a conhcer um novo oráculo.

Vejo com muito bons olhos  essa vontade de pesquisa que acompanha os trabalhos do Emanuel e sinto que sua sensibilidade nos trará sempre algo novo a acrescentar como dado que fortalece a estrutura da cartomancia e torna nossa arte de ler ainda mais nobre e bela.

Se existe algo que nos salva o futuro, certamente esse algo é a arte e quando ela se encontra com as cartas, só posso dizer: muito obrigada!

Parabens pelo seu trabalho querido amigo!

O livro Sibilla Della Zingara – Emanuel J Santos encontra-se disponivel no link abaixo.

https://agbook.com.br/book/209466--Sibilla_Della_Zingara 

 

 

sábado, 18 de junho de 2016

Dona Maria Mulambo: Oráculo, símbolos e magia

Olá amigos!
Depois de muitos meses dedicada a mais um projeto na área da cartomancia,  é com muita alegria que informo que o livro Dona Maria Mulambo – Oráculo, símbolos e magia está pronto e disponível para ser adquirido a partir do dia 23/6, com pedidos pelo e-mail tzaradaestrela@terra.com.br .
Escrevi esse livro com muito carinho, tendo como objetivo dar consistência ao estudo dos símbolos do baralho de Dona Mulambo e ampliar idéias sobre as questões relevantes no dia a dia dos cartomantes. Você vai aprender a conjurar e consagrar seu baralho e encontrará  dicas importantes para seus estudos e leituras, coisas que fui aprendendo ao longo dos anos dedicados ao estudo das cartas e agora posso compartilhar com vocês.
Para isso trouxe para o livro a mesma forma de diálogo que uso aqui no Blog, como se estivéssemos tendo uma conversa sobre um assunto que nos interessa e que amamos de paixão!
D. MMulambo_livro-15
No livro tratamos cada carta de forma detalhada, aprofundando o conceito simbólico e definindo suas funções no plano mental, material, emocional, espiritual, e outras formas de avaliar o simbolo quando ele se manifesta como característica pessoal, profissional, além de contar com dicas úteis caso seu objetivo seja fazer a leitura da carta do dia.
Tratamos de forma bem didática os métodos e tecnicas simples, medianas e complexas que se aplicam na leitura das cartas de uma forma geral, servindo não apenas para o uso deste oráculo, como para o uso de outros baralhos.
Para finalizar uma parte dedicada a magias, conjuros e agrados para os Guardiões de nosso caminho.
foto (47)
Agradeço a revisão criteriosa e delicada de Verônica Cobas, a edição elegante que Karla Lemos fez e a sensibilidade e arte da Erica Modesto ao fotografar a capa para dar vida a essas páginas, até que pudesse nascer como um livro a ser desfrutado por vocês.
Minha gratidão eterna a minha Guardiã Dona Maria Mulambo, minha orientadora em cada passo desse projeto.
Obrigada a todos os amigos e clientes que são leitores do Blog Tzara da Estrela,  por confiar e acompanhar meu trabalho em todos esses anos!
Desejo sorte e prosperidade para todos e uma boa cartomancia Red rose!
Sonia Boechat Salema
Pedidos pelo email: tzaradaestrela@terra.com.br vendas a partir de 23/6/2016
Numero de páginas: 312
Valor do livro: $70,00
Pagamento feito por depósito bancário ou pelo botão lateral do pagseguro.
*Envio pelo correio para todo Brasil após a confirmação do pagamento, frete grátis no mês de lançamento até o dia 21/7/2016.


domingo, 15 de maio de 2016

Cruz, Caixão e Foice: o que você sentiria se tirasse essas cartas?

Queridos,

Tirar cartas sem pergunta nos coloca numa situação as vezes bem complicada!

O que elas significam? Sobre qual aspecto da vida falam? Será um recado direcionado a mim , ao ambiente, aos próximos a mim?

Se existe uma “frase cartomântica” clara ela sugere o tempo em que os fatos se desenrolarão?

Enfim!

Minha sugestão é que ao tirar as cartas tenham em mente algum propósito: conselho, orientação, sugestão, opções de escolha, advertência, etc. seja o que for deve estar claro, pois os resultados podem gerar dúvidas, ansiedade e expectativas.

Esse trio de cartas abaixo foi tirado por um leitor do Blog, que não fez pergunta alguma. Apenas sacou tres cartas do baralho e por acaso (ou não) são tres cartas dramáticas com temas fortes e que geram muitas dúvidas.

Será um mau prenúncio? Uma virada na vida? O inicio ou fim de problemas?

Afinal Cruz, Caixão e Foice não são Coração e Bouquet!!!

CRUZ-CAIXÃO-FOICE

Card36 Card08 Card10

Como não temos perguntas eu apenas seguiria a indicação dos simbolos:

Uma situação dificil ou prova pessoal (Cruz) ------entra no Caixão e termina, fecha o seu ciclo-----seguido da Foice indica que seria de forma abrupta, radical e inesperada (cirurgica?).

Pode ser algo positivo como o fim de uma doença crônica ou nefasta que é extirpada por um ato cirurgico.

Pode ser algo dramático como o fim de uma relação dificil que finalmente se rompe com um desfecho complicado, talvez até agressivo.

Pode ser uma situação material onde há a perda das condições ou uma situação onde é decretado o fim de um negócio com separação de bens…

O que é, se não temos pergunta?

Diria apenas para considerar como um conselho: Quando algo doloroso nos acompanha e existe a chance de finalizar um processo ou etapa sofrida, não tenha dúvidas. Encerre o ciclo e parta para outra, antes que mais problemas apareçam.

Boa sorte é o que desejo!

Bjus

sexta-feira, 13 de maio de 2016

A arte de ler as Cartas do Baralho

Olá amigos!

Recebo muitos comentários no Blog e não tenho podido responder a todos. Mas alguns em especial me chamam a atenção!

Recebi a seguinte pergunta: Sei o significado das cartas, mas quando chega a hora de colocar as cartas não sei bem interpreta-las…

Imagino o quanto isso é frustrante, considerando que muitas vezes um um tempo precioso foi investido em estudo, treino, etc.

00gypsy

Aprender a manusear um oráculo leva um tempo. Diria, se fosse possivel comparar, que é como uma “amizade” que se faz com as cartas, e demora um tempo até que possamos confiar plenamente no amigo e entender tudo que ele comunica com clareza.

Por isso, nesse caso, pressa não ajuda!

Na cartomancia não basta “saber” o que uma carta significa. É preciso ir mais longe, decodificando o simbolo e encontrando os significados desse simbolo dentro de um contexto maior.

As cartas tem um potencial enorme e são muito falantes, desde que tenhamos um metodo adequado ao manusea-las. Senão, serão apenas pedaços de papel sobre a mesa, oferecendo um enigma que se torna indecifravel.

Os cursos de cartomancia precisam ir além do be-a-bá e oferecer uma dinâmica onde o aprendiz seja desafiado a experimentar combinações entre pares e trios,  até que passe para jogos mais complexos e que se possa fazer a leitura para outras pessoas, inclusive profissionalmente.

Diria para a pessoa que deixou o comentário, que recomece seus estudos e não desanime. A Cartomancia é o estudo de uma “nova linguagem” e como tal oferece desafios de aprendizado. Algumas pessoas tem facilidade para lidar com a linguagem simbólica, outros menos. Mas isso não impede que o estudo seja aprofundado e chegue num resultado ótimo.

Deixo algumas sugestões:

1. Crie o hábito de tirar a carta do dia. Nossa! Como isso ajuda no entendimento das cartas. Anote a carta, o que ela representa, descreva o que vê e o qque sente diante dela. Faça seu diário de leituras.

2. Depois de ter certeza que conhece os multiplos significados das cartas experimente ampliar a aplicação delas para assuntos relativos ao amor, saude, etc. 

3.Experimente o exercício de combinar uma carta com outra, depois troque a posição e crie outra resposta.

4. Aprenda a fazer perguntas de forma clara e objetiva, isso ajuda imensamente o entendimento da resposta. Pergunte em voz alta, veja se ficou claro, anote a pergunta e em seguida observe o aspecto geral do jogo e só depois busque a resposta.

5. Abra as cartas diariamente, treine muito, crie desafios de pequeno porte. Comece com jogos pequenos, simples. Jogos simples também são muito eficazes.

6. Descubra seu estilo de leitura. É mais tecnico? É mais intuitivo? Você tem uma visão global ou é detalhista? Qual o oráculo que te motiva mais?

7. Crie um ambiente agradável para seus estudos e seja positivo diante das dificuldades. Você vai superar todoas elas se dedicar de corpo e alma aos estudos.

Bom queridos, poderia ficar aqui um tempão escrevendo, mas não é possivel! No Livro que estou para lançar sobre o Baralho de Dona Maria Mulambo tem alguns capítulos que são de interesse geral e onde falo sobre esses temas técnicos com mais profundidade.

Até lá desejo sorte efelicidade a todos os amigos da Cartomancia!

Salve Sta Sara e hoje especialmente Salve as forças dos Pretos Velhos!

 

sábado, 30 de abril de 2016

Questões afetivas nas Cartas Tradicionais

Existem formas e estilos variados de ler as Cartas Tradicionais. Eu optei pelo médodo Hedgewhitchery nas minhas leituras e fui acrescentando minhas próprias experiencias ao usa-lo.

Recebi um pedido de dica com a seguinte mensagem:

“Ao fazer uma tiragem para uma questão amorosa, para saber se haveria sucesso num relacionamento amoroso com um determinada pessoa obtive as seguintes cartas: cinco copas, nove espadas e três copas.”
                   

Meu parecer:

Quando o assunto é amor desejamos uma linha de Copas e nada mais! Mas todo amor tem seus desafios. O fato de começar com Copas traz um bom aspecto.

O 5 de Copas é uma carta de desejo feminino, uma carta de bom aspecto que sugere um romance que satisfaça os desejos sensuais, algo que pode virar um romance.

Mas atenção ao 9 de Espadas, essa carta mostra que existem dificuldades. Talvez não possam vier o romance as claras, ou que não seja dentro dos padrões da pessoa que fez a tiragem das cartas. Onde tem um nove de espadas tem alguma dificuldade ou quebra de padrão.

Felizmente o fechamento do jogo se faz com o 3 de Copas que é positivo para romances, e atende a um pequeno desejo.

Enfim, mesmo que esse não seja o romance dos sonhos pelo menos trará um pouco de alegria e satisfação, o suficiente para testar a relação e ver se vale realmente a pena.

Boa sorte Red rose

sábado, 2 de abril de 2016

O perfil da Mulher nas Cartas Lenormand

Possibilidades da Mulher no Lenormand...

São infinitas as formas como os símbolos interagem. Esse texto é fruto do nosso encontro Cartas na Mesa 2015. Evento coordenado pela amiga Tania Durão que já está disponibilizando os ingressos para esse ano, em 25 de junho de 2016.

Vamos ver como o perfil da Mulher é afetado pela carta que lhe dá significado numa combinação ou ocupando uma casa na mesa real.

hare1d  Card29 00181

1. Cavaleiro: Mulher ousada, que busca seus sonhos, que parte em busca do que quer

2. Trevo: Mulher que encontra prazer em pequenas coisas, sabe lidar com a sorte ou que supera as dificuldades porque reconhece que elas são obstáculos que a ajudarão a crescer.

3. Navio: Mulher que é livre para sair em busca do desconhecido, a mulher que tem coragem para partir quando se faz necessário.

4. Casa: Mulher que se apropria de seu próprio espaço pessoal, dona de casa, construtora dos valores de sua família.

5. Arvore: Mulher imortal forte, ancestral, que nutre a si e aos outros com a vitalidade que traz de outros tempos.

6. Nuvens: Mulher envolta nas neblinas da incerteza, perdida nas suas próprias tempestades, necessárias antes que o sol surja outra vez.

7. Serpente: Mulher dona de seu desejo, que sente-se livre para viver a sexualidade sem restrições.

8. Caixão: A mulher que vive a morte nossa de cada dia para renascer para um novo eu.

9. Bouquet: A Mulher que não teme a realização de seus afetos, o doar-se para construção da felicidade alheia, que curte os bons momentos.

10. Foice: A Mulher que saber romper com os grilhões que a aprisionam e cortar as cordas de tudo aquilo que não faz mais sentido em sua vida.

11. Chicote: Mulher de opinião, a contestadora e a mulher que não tem medo de cobrar aquilo que é seu direito, a feiticeira que lança conjuros.

12. Pássaros: Mulher livre para viver os romances passageiros, estar com seu bando de loucas e viver o momento.

13. Criança: A mulher que cuida de sua “menina” a reconhece, acolhe e pede colo quando precisa.

14. Raposa: A Mulher astuta, que entra no jogo e corre atrás de seus interesses.

15. Urso: A mulher que protege seu território , seus bens e suas crias com ferocidade se for preciso.

16. Estrela: Mulher conectada com sua Alma em pleno exercício dos seus dons.

17. Cegonha: Mulher que gera vidas, vive a maternidade como um fato natural da vida.

18. Cão: A mulher fiel ao seus amigos, a que protege aos que confia.

19. Torre: A Mulher que não teme o mergulho em seus abismos interiores, a busca interna e a solidão que cura.

20. Jardim: A mulher que se expõe ao olhar alheio, vê e quer ser vista, vive a vida sem temer a critica.

21. Montanha: A Mulher que vive a vida matando um leao por dia, que não se detem diante dos obstáculos.

22. Caminhos: A Mulher que escolhe onde ir, que direciona e decide seu destino.

23. Rato: A mulher que rouba para sobreviver, ou desconectada de seu poder criativo sobrevive as custas do esforço alheio.

24. Coração: A Mulher que descobre o poder do amor, sem fronteiras nem medidas.

25. Aliança: A Mulher que busca parcerias, não necessariamente um casamento.

26. Livro: A mulher que reconhece seu potencial interior, vida interior plena de riquezas, com algo a dar de sua sabedoria.

27. Carta: A Mulher que comunica suas idéias, seus pensamentos e se relaciona com o mundo.

28. Homem: A Mulher que aprecia o masculino, reconhece a acolhe essa energia em si e nos outros.

29. Mulher: A Mulher que aprecia o feminino, reconhece e acolhe essa energia em si e nos outros.

30. Lirios: A Mulher que cura, limpa, lava e perfuma a sua própria vida e a vida dos demais. A Anciã plena de sabedoria que vive em toda mulher independente da idade que tenha.

31. Sol: A mulher com pleno poder de realizar seu potencial criativo e divino.

32. Lua : A Mulher conhecedora de suas facetas, seus ciclos, a jovem, a madura e a antiga, a Bruxa, a Deusa.

33. Chave: A Mulher ativa na busca de soluções para sua vida

34. Peixes: A Mulher sereia, fértil, que sabe investir e multiplicar riquezas.

35. Ancora: A mulher segura, firme, esteio e porto seguro.

36. Cruz: A Mulher que compreende os designios de sua missão e supera o próprio Karma.