Páginas

Que Sta Sara abençoe nossos caminhos!

sexta-feira, 24 de abril de 2009

BARALHO CIGANO CARTA 10 A FOICE / VALETE DE OUROS




Todos nós queremos colheitas fartas e frutos bons. Mas como está a qualidade do terreno de onde virá esses frutos?

As vezes ficamos vivendo com uma qualidade de vida ruim, aguentando situações difíceis e carregando fardos que já não deveriam estar por ali. Mas é muito dificil abrir mão de algumas coisas e fazer as mudanças necessárias. De vez em quando vem a mão do destino e faz a sua obra, se não fazemos a nossa parte.

Este Arcano também fala de mudanças e transformações, as vezes bruscas, que ocorrem quando algo chegou ao fim de seu ciclo.

Todos nós precisamos mudar para evoluir. Pode ser um emprego que já não nos deixa crescer, ou um relacionamento que se arrasta sem nada acrescentar...ou doenças que surgem para fazer pensar sobre a vida que temos levado!



Este é um Arcano que informa: Prepare-se, pois as mudanças virão, aquilo que é supérfluo ou desnecessário em sua vida será afastado para que novas semeaduras possam ser feitas.Claro que gostamos de estar no controle de nossas vidas, mas nossa vida pertence ao Criador. Nosso Pai sempre oferece condições de evoluirmos, e as vezes são as perdas que nos ajudam nas mudanças e transformações necessárias.




O Valete de ouros nos diz que a prosperidade é fruto não apenas de nossas intenções, mas do trabalho rotineiro e da disciplina constante. Coisas importantes para quem quer progredir.




Resumo: Carta NegativaMomento de jogar fora o velho e construir sem medo o futuro. Possibilidade de perdas inclusive financeiras. Andar com cautela e tirar o que não for bom do caminho.

domingo, 19 de abril de 2009

INCENSOS...

"Defuma com as ervas de Jurema,

defuma com arruda e guiné

com alecrim, benjoim e alfazema

vamos defumar filhos de fé."


O ato de incensar está ligado à muitos rituais religiosos, sejam eles cristãos ou não. Para muitas pessoas é tão comum e agradável usar uma vareta de incenso, que a usam sem se dar conta que ao faze-lo, estão manipulando energias no ambiente.

O uso dos incensos remonta a épocas muito antigas, e sua confecção era especialmente feita por pessoas iniciadas nos mistérios, como os sacerdotes e sacerdotisas, em cultos templários cheios de segredos guardados a sete chaves.
Quando acendemos um incenso ou um defumador, estamos nos conectando a uma das forças da natureza, o elemento Ar e aos espíritos da natureza ou elementais correspondentes.
O elemento Ar é por princípio agente de equilíbrio entre o fogo e a agua, e age tanto como um doador de vida, quanto um exterminador.

Quando usamos um incenso ou defumamos um ambiente, usamos dos aromas dispersos na fumaça, para ser um mensageiro de nossos propósitos. Ao usarmos um defumador, precisamos escolher as ervas que ao serem volatizadas cumpram seu papel, por exemplo, de limpeza ou de prosperidade. Neste caso precisamos conhecer bem a finalidade das ervas que usamos.
Se dermos preferência ao uso das varetas de incenso, é importante observar também se o aroma da vareta corresponde ao nosso objetivo.

É importante saber que incensar é um trabalho de magia, precisamos ter um foco claro e bem definido, pois o Elemento Ar trabalha como mensageiro de nossos pensamentos e intenções mais sutís. Portanto é um desperdício acender uma vareta sem saber qual a finalidade disso, ou usar uma fragrância errada quanto a nossa intenção!

Ao acender um incenso ou queimar o carvão para o defumador, prepare seu espírito e faça tudo com respeito e amor. Os elementos da natureza que cooperam nesta tarefa não são nossos empregados. Eles são seres de inteligência espiritual elevada, que correspondem a qualidade da nossa aura. Eles se aproximam ou se afastam, dependendo do nível vibratório de nosso corpo astral e tudo que emitirmos, receberemos de volta.
A tarefa dos defumadores é mudar a qualidade energética do ambiente e das pessoas presentes, tornando-o propício para uma determinada tarefa, seja ela espiritual, intelectual, mística ou sensual.
A natureza se encarrega de criar flores, perfumes e resinas de todo o tipo, que ao ser elevada ao ar mais sutil, impregna nosso corpo astral e chega até o nosso aparelho físico através do sistema nervoso, causando as impressões necessárias para transformar um pensamento, uma condição emocional ou alcançar um objetivo espiritual.
Existem um número sem fim de aromas associados aos incensos, mas antes de usar os incensos perfumados, verifique se não é necessário começar acendendo um incenso de limpeza. Se for o caso limpe primeiro, para depois
perfumar. Boa sorte e muita felicidades!

sexta-feira, 17 de abril de 2009

MASSALA CHAI - CHÁ INDIANO




Uma das coisas preciosas e inesquecíveis com a qual a Índia nos presenteia é sem dúvida seus aromas e cores.
As cores, podemos fotografar e deixar registradas em nossos arquivos, mas seus perfumes são registros emocionais, que ficam guardados em um canto qualquer do nosso paladar de afetos.
Quando estive na Índia, me senti em casa, absolutamente confortável em meio daquele caos, que é dificil de traduzir em palavras. Uma das coisas que me fez sentir tão à vontade, foi sem dúvida a forma como era recebida em cada lugar que chegava.
Havia um ritual de boas vindas, que se fazia presente nas ruas, nas lojas, nos templos...o Chai. O Chai é um tipo peculiar de Chá, que possui um paladar rico e saboroso, e ao mesmo tempo em que adoça a alma, recupera o físico.
Quando mergulhei na cultura Cigana, não tive dúvidas que este povo aromático trouxe de lá suas raízes ancestrais. São feitos de cor, de som e de aromas. Daí tiram sua força e suas magias. Se estão felizes bebem chá, se estão tristes bebem chá,se querem um noite de amor especial ou se preparam um ritual mágico, tem chá!
As misturas feitas nas bebidas das duas tradições, é repleta de temperos que trazem seus simbolismos místicos e compõem uma bebida energética e revigorante, que acaba por ser de certa forma sempre ritualistica. Portanto, ao prepara um Chá Cigano ou o Chai Indiano, façam com amor, acrescentando uma magia de união e felicidade para estreitar os laçõs afetivos entre os que vão beber.
Essas bebidas sempre tem um toque pessoal, portanto modifique as proporções, ou retire um tempero, quando sentir que é melhor ao seu paladar. Na India, há quem coloque um pouco de pimenta do reino!
CHAI

3 saquinhos de chá preto ou três colheres de sopa de chá preto a granel
5 cravos
2 pedaços de canela em pau
Gengibre ( uma colher de sopa de lascas)
4 sementes de cardamomo
Açúcar ou mel
2 xícaras de chá de leite
2 xícaras de chá de água
Modo dePreparo:

Em uma panela, coloque a água, o cravo, a canela, as sementes abertas de cardamomo e uma colher de sopa de lascas de gengibre. Deixe a mistura ferver por, no mínimo, cinco minutos e , acresecente o chá preto e por fim o leite e o açúcar ou mel a gosto. Quando o leite levantar fervura, desligue o fogo. Em seguida, coe e sirva.

Rendimento: Duas xícaras grandes
Aproveite e desfrute deste momento com saúde e alegria!

SÃO JORGE - 23 DE ABRIL


Oração a São Jorge

Eu andarei vestido e armado com as armas de São Jorge para que meus inimigos, tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me vejam, e nem em pensamentos eles possam me fazer mal.

Armas de fogo o meu corpo não alcançarão, facas e lanças se quebrem sem o meu corpo tocar, cordas e correntes se arrebentem sem o meu corpo amarrar.

Jesus Cristo, me proteja e me defenda com o poder de sua santa e divina graça, Virgem de Nazaré, me cubra com o seu manto sagrado e divino, protegendo-me em todas as minhas dores e aflições, e Deus, com sua divina misericórdia e grande poder, seja meu defensor contra as maldades e perseguições dos meu inimigos.

Glorioso São Jorge, em nome de Deus, estenda-me o seu escudo e as suas poderosas armas, defendendo-me com a sua força e com a sua grandeza, e que debaixo das patas de seu fiel ginete meus inimigos fiquem humildes e submissos a vós. Assim seja com o poder de Deus, de Jesus e da falange do Divino Espírito Santo.

São Jorge Rogai por Nós.

domingo, 12 de abril de 2009

A Cigana leu o meu destino...


Bricadeira de gente grande, coisa de meninas ou Magia de Ciganos? Tudo depende de como você olhar a questão!
Não importa se você acredita ou não nessas coisas, se você vê nisso ciência ou pura especulação de alguém esperto e cheio de intenções, podem dizer que é superstição.
A questão é que sempre vai haver uma história de alguém que deu sua mão para ler, e saiu desse encontro com um ar de perplexidade e confusão.
Desde a mais remota época, quando os homens ainda não tinham a Ciencia como apoio para suas afirmativas, o homem aprendeu a fazer seu entendimento da vida e do cosmos apenas usando a observação da natureza e dos céus.
Hoje perdemos a noção que somos unos com a natureza, e com os ciclos da vida. Precisamos de relógio, calendários e marcadores de todo o tipo, para não deixar de lado nenhuma tarefa escapar. A maioria das mulheres sequer é capaz de acompanhar seus ciclos hormonais sem o uso do calendário.
Perdemos a comunhão natural com nosso corpo, com o corpo da mãe natureza e com os ciclos da vida.
Os irmão Ciganos nos trazem de volta, esse contacto intuitivo e espontâneo, ao qual enriquecem com a sua jornada ancestralmente rica e bela.
Quantas mãos já leram, quantas cartas já deitaram sobre suas saias, quantas crianças já se alimentaram fruto desse ofício místico e cheio de magias, no ato divinatório de suas avós, mães, tias, primas...
Andando pelas milenares ruas da Índia, de onde cremos ter vindo esse povo Gitano, podemos ver homens sábios que lêem o destino nas mãos, gente simples que olha seus olhos e como num espelho translucido seu destino todo passa em segundos...
Gostamos de crer que somos enigmáticos e nossos segredos são trancafiados a sete chaves, mas só há segredos para quem não sabe ver, e Cigano vê onde os gadjes não olham com atenção!
Nas palmas da mãos, Deus plantou um universo simbólico com suas animações e transformações que se moldam diante do oraculador. São planetas e ruas estelares cheias de encanto e suas linhas trazem os mapas da vida que já foi vivida, e os possíveis trajetos de vida que ainda serão, tudo ali na palma da mão.
Toda essa magia da leitura, é um bónus dado a quem entrega suas mãos para ser estudada. Não há nada que já não esteja escrito, gravado em nosso Samskara, nossas tendências trazidas de vidas e experiências remotas.
A gravura acima, ilustra bem uma situação que bem poderia acontecer. Se você não estiver pronto para ouvir, melhor não dar suas mãos para leitura, pode ser que venha a ouvir uma resposta bem Cigana como a que as meninas disseram. O que eu vejo em sua mão cigana do meu coração? ...que você tem outra mão...
Se um dia buscares um oráculo para se consultar, deixe que seu coração receba o brinde dessa cultura cheia de boas magias e acima de tudo, boa sorte!





quinta-feira, 9 de abril de 2009

LUA CHEIA




















Todos já ouviram a expressão "lunático"!
Significa que a pessoa está com suas emoções fora de controle e não se pode confiar plenamente em suas ações e decisões.
Eu mesma tive algumas experiências bem marcantes quando trabalhava em instituições de saúde mental. Quando a lua se colocava cheia, todos nós sabíamos, sem olhar nenhuma tábua lunar.
Como? Simples! O movimento dos pacientes internos no pátio, era totalmente fora do comum. Ouvíamos gritos, aconteciam brigas e outros tipos de transtornos.


O crescente da Lua, acaba por nos conduzir a sua fase cheia, que nos afeta de muitas maneiras e nos predispõe a uma condição emocional de maior sensibilidade, especialmente em se tratando de pessoas que tem seu canal mediúnico aberto.

Esse período é favorável para festas, comemorações, para concretização de projetos, e para colher os frutos das ações iniciadas anteriormente.

É também a Lua preferia pela maioria das pessoas para a prática de magias, pois sua influencia faz um efeito especial nessas praticas. Porém devemos considerar que se a pratica das magias se intensifica nos resultados, a lei do retorno também se dará da mesma forma. Portanto, lembre-se que todo ato mágico envolve as consequências futuras, e nem todas são agradáveis!

Outro aspecto da Cheia é trazer uma ampliação da consciência, que nos permite romper a ligação com situações que já não nos complementam mais. Portanto é hora de conscientizar-se dos processos mentais e afetivos que chegam ao ápice e precisam de um rompimento, para que na proxima Lua minguante, alcance seu total esvaziamento dando lugar ao novo!



LUA CRESCENTE


Uma lua que cresce no céu...um momento emocional que se prepara para sua máxima expansão e potencial.
Se queremos colher na Cheia, o que teremos planejado em outros momentos?
Limpamos o solo na minguante?
Planejamos estratégias na Nova?
Cuidamos do plantio na crescente?
Então nossa colheita na cheia será farta!
Aproveite o momento e deixe fluir e expandir suas ideias.
Se estiver com alguns objetivos em mente, aproveite para coloca-los em prática e também para dar início a algum estudo ou praticas de auto-aperfeiçoamento.
Muitas vezes deixamos nossos planos e sonhos se perderem no vazio, por não darmos continuidade prática a eles. Nenhuma Lua descerá dos céus sobre a terra para fazer a parte de ninguém.
Os aspectos planetários e lunares trazem suas influencias para todo ser vivente. Basta perguntar ao humilde lavrador sobre a melhor época para plantar ou colher e ele intuitivamente saberá responder, mas quem acorda cedo e sai para o plantio é ele, e mais ninguém!
Todo Curador que trabalha com ervas, também está sintonizado com o movimento lunar, pois se a erva for colhida em uma lua não propícia ela perderá suas qualidades mágicas e algumas funções curativas.
Como sugestão, na Lua Crescente aproveite um momento de folga e olhe sinceramente para sua propostas de crescimento e desenvolvimento pessoal e espiritual, e veja o que falta fazer para torna-los realidade!
Boa sorte, e considere que Deus ajuda a quem se ajuda!