Páginas

Que Sta Sara abençoe nossos caminhos!

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

BARALHO CIGANO: CAMINHO INICIÁTICO E A REVELAÇÃO DOS MISTÉRIOS





Estamos na era da comunicação, onde informações são bombardeadas sobre nós, enchendo nosso cerébro de elementos estranhos que se interligam e se juntam as vezes, sem fazer sentido.
E ai nos deparamos com a questão: como processar a informação de um mundo interligado tecnologicamente com o conhecimento e principalmente com a sabedoria espiritual?
Talvez as idéias que vem a seguir contrarie desejos ou talvez desperte vontades, vamos ver, rsrsrs...
Desejo é fruto de impulso imediato, quero porque quero, quase um "objeto de satisfação" a ser conquistado e a vontade parte de um desejo, amadurece e se intensifica na busca orientada de seus objetivos. Cabe paixão aqui? Claro, nos apaixonamos por um assunto e ele vai se tornando quase que como um bom vinho para ser degustado...delicioso...e assim, ao fazermos esse percurso cheio de amor, entrega e disposição, vamos compartilhando o doce vinho espiritual com muitos amigos encarnados e astrais que vão se aproximando de nós, nos ajudando a formar uma egrégora de luz.
Isso se passa em qualquer caminho iniciático que resolvamos trilhar, por exemplo o candomblé, as ordens templárias, e as estradas Ciganas.
Quem consegue ficar nas estradas Ciganas?
Ficam aqueles que alcançam a consciência de quem anda no mundo Cigano, precisa estar disposto a andar com a barraca nas costas, pés no chão e amor no coração, pois o Oráculo é um processo iniciático, com uma profundidade que ultrapassa a mera questão intelectual!
Diria mesmo que um despertar da alma...
Quem decide entrar nessas estradas submete-se ao encontro das regalias que são as benesses espirituais, e as cobranças nos moldes Ciganos, com direito a avaliação e tudo.
Nossos amigos espirituais são muito generosos com a gente, nos tomam pela mão e guiam nossos caminhos, então quem já levantou a poeira da estrada com o coração cheio de amor e vontade de transpor os paus da barraca, serão bem recebidos e vão ter acesso a tudo que precisam para desenvolver um excelente trabalho de ajuda ao próximo, abrindo as cartas e "vendo além das aparências" como diria uma cigana amiga minha.
Essa semana por algumas vezes (hoje inclusive ao jogar para uma pessoa) me deparei com uma mesma questão: Quero aprender um oráculo ( e em alguns casos a pessoa fica realmente aflita e frustrada) mas parece que não me passam aquela informação que falta para eu poder progredir e desenvolver meu trabalho...
Infelizmente isso acontece, mas em lugar de ficar julgando os que agem assim, pois a cada um cabe o resultado de suas ações, posso dizer por experiência própria que há também muitas pessoas generosas que realmente se importam em ajudar no crescimento espiritual dos outros, fazendo de suas ações como instrutor um dos aspectos do Sacerdócio Gitano.
Pode-se até falar que o Povo Cigano, muito justamente é reservado, mas Cigano quando conhece o outro e vê ali uma alma capaz de entender e respeitar sua cultura e tradição, com certeza vai abrir seu coração e torna-lo "parente"!
Não sou Cigana de sangue, mas sou Cigana de alma e corpo espiritual, batizada e compromissada com a egrégora que me aceitou, e sei bem quais os compromissos e responsabilidades que vem junto com esses acordos. Por isso vou posso dizer que tenham calma, porque o trabalho espiritual que está destinado para cada um virá ao encontro de voces, independente dos obstáculos que possam surgir.
Nos acampamentos, as menininhas ciganas são devidamente iniciadas em tenra idade, e muito naturalmente vão sendo ensinadas com alegria e proteção, acompanhando suas mães no oficio oracular.
Aos poucos aprendem a lidar com as magias e com sua própria mediunidade, e assim amadurecem e vão se comprometendo aos poucos com as tarefas divinatórias.
Para os que se interessam em progredir nesse caminho daria uma sugestão: Tenham fé nesse caminho que escolheram, tenham paciência para lidar com as mesquinharias, alegrem-se com as provações, pois não há caminho iniciático sem "provas", e nesse caso podemos considerar que tanto batemos na porta, que o mestre vai abri-la!
Essa é uma preciosa oportunidade para deixar o sangue cigano correr nas veias, trazendo persistência e coragem para enfrentar as adversidades.
Beijos para as "primas" e bençãos de Sara, trazendo luz e clareza nos caminhos, prossigam, invistam e principalmente vivam um "caso" de amor espiritual com as Cartas, pois mesmo quando as pessoas falham, mas as cartas não mentem!

Obs: Dedico esse texto `a Ramona Torres, Cigana Kalon Evoriana, que faz de seu saber Cigano Arte e Encanto, fazendo parte de um seleto grupo que se dispõe a compartilhar o saber espiritual, antes apenas vivido dentro da Kumpanias.

2 comentários:

  1. Que coisa linda!
    Minha menina tao dentro do acampamento, com luz na voz, aquele jeito de flor, o riso baixo de quem ficou sabendo o que vai naquela nossa cozinha. Menina dos olhos risonhos, ciganinha que praticamente vi "nascer", e agora vejo andar com tanta altivez e amor. Fico tao feliz, como uma velha Bibi, que ja bebeu tchaio e hoje bebe vinho, pois sua menina, ja é uma mulher que pode andar com suas proprias pernas e tem feito isso muito bem.
    bjs no coração,
    Ramona Torres.

    ResponderExcluir
  2. Querida Ramona,
    Você sabe o quanto de amor e respeito tenho por voce e Sr. Ramiro. Você sabe também quantas vezes somos barrados no caminho espiritual pelas duras provas, e quantos ali encontramos no ofício só por dinheiro, mesquinhando seus conhecimentos!
    Encontrar pessoas como você é uma benção em vida, e falo isso com toda a certeza que meus longos dias de jornada espiritual me deram.
    Graças à Deus ter voce como Mestra dos Caminhos Ciganos, pois a generosidade e alegria com que entregas o saber, é algo que dignifica e enobrece o Sacerdócio.
    Fazemos em nossos pequenos encontros a grande magia de acampamentos, dessa forma me dás de presente algo que um gadjo só aprende quando Sara permite.
    Só posso retribuir como sempre o faço, te desejando o melhor das melhores coisas da vida: A Alegria de ser quem és: Uma Cigana Kalom Evoriana, Mestra e servidora humilde da espiritualidade, uma pessoa iluminada que não tem medo de compartilhar o saber dos acampamentos...
    Beijos minha querida,
    Sonia

    ResponderExcluir

Seu comentário é importante para mim, mas nem sempre posso responder com rapidez.Agradeço sua participação e presença no Blog. Que Santa Sara seja a Luz e o Ouro em nossos caminhos!