Páginas

Que Sta Sara abençoe nossos caminhos!

domingo, 25 de julho de 2010

Dúvidas sobre um Método Sim ou Não

 Queridos amigos do Blog, recebi essa pergunta nos comentários  sobre a última postagem, e achei bastante interessante:


Sonia, eu li em um artigo um método diferente de pergunta sim ou não do baralho cigano, gostaria de saber se você conhece e se está certo?
O método diz assim:
A questão deve ser bem objetiva, ou é sim ou não, a regra é: se a primeira carta for positiva, a resposta é sim, e as outras duas cartas respondem o porque do sim...Se for negativa, não, e as dua cartas seguintes o porque não.
Faça quantas perguntas quiser, virando três cartas...


Em primeiro lugar, gostaria de dizer que fiquei muito animada quando li esse comentário, pois adoro conhecer métodos novos, e mesmo que já os conheça, as vezes eles veem com novas idéias e podem funcionar muito bem.


Vamos as respostas:
Conheço vários métodos Sim ou Não, este em particular eu não conheço, mas achei interessante e resolvi testa-lo para ver como funcionaria.


Pedi uma resposta Sim/não para a questão: A Pessoa X passou no concurso Y. Ela será chamada?



Por esse método, a primeira carta responde e as outras explicam, tanto se positiva quanto negativa. A primeira carta define a resposta, e as outras explicam.


Resultado: Sim, ela vai ser chamada, e começará uma nova etapa em sua vida social.


Continuei testando o método e logo esbarrei na primeira carta neutra, e as outras duas positivas e/ou negativas.
Nesse caso, como não sei a fonte fiquei sem saber como funcionaria o jogo. Deveria continuar abrindo cartas de tres em tres?!

Conclusão sobre a pergunta da Ciganinha:

O Método pode ser bem interessante em alguns momentos, e talvez haja uma explicação sobre o que fazer nesses casos onde as Neutras saem na frente, ou combinadas em sequencia.

Se o método está certo ou não, creio que não se aplica essa regra dessa forma, pois existem muitas formas de abertura de cartas que surgem espontaneamente e funcionam muito bem com uma pessoa e não com outras.
Esse é um método simples, que não leva o nome de ninguém em particular, que tenha desenvolvido várias tentativas para aprimora-lo à ponto de se tornar a marca registrada de alguém.


O que poderíamos pensar é se é adequado ou não para cada pessoa que irá usa-lo, se ela vai se adaptar ou não com esse método, se ele não é muito demorado na resposta, se precisa ser aberto muitas vezes para se chegar a uma resposta...cabe à cada um decidir.


Eu não gosto de desdobrar o jogo muitas vezes para chegar à uma resposta. Acho que corremos o risco de perder o foco, e não atentar para a mensagem que é dada logo no início do jogo.


Achei muito interessante quando a resposta é positiva ou negativa, mas não achei bom quando surgiram respostas neutras. Nesses casos, acho mais interessante o método de Sim/Não, com 3 cartas, e quando a resposta não é clara, tiro mais duas carta, para completar 5, ou 7 cartas.

Beijos e muitas felicidades!











15 comentários:

  1. Olá Sonia!

    Interessante como as coisas se juntam. Ontem abri uma carta como sim ou não para uma amiga e entendi que a propria resposta sim ou não já era o proprio conselho... exemplo: minha amiga vem tentando uma prova há tempos e ela perguntou se dessa vez ia passar, a carta 12, entendi que sim e ela se sentiaria livre... ia se livrar dessa prova e que deveria ficar com o bico fechado, não ficar falando pra todo mundo sobre isso.

    Muito bom!
    Amo tudo isso e vcs.
    Bjão
    TS

    ResponderExcluir
  2. Oi, querida Sonia!

    Suas palavras são um bálsamo para mim! Sempre acalmam esta "menina" sedenta de orientação espiritual que sou eu. Identifico-me cada vez mais consigo. Todos os dias venho ao seu blog em busca de novidades, de mais conhecimento, de mais Luz... Sei que tem andado muito ocupada, mas não se esqueça de mim, tá?
    Muita Paz e muita Luz!!!

    Beijos

    Vera

    ResponderExcluir
  3. Oi TS, também faço isso, uma Carta já manda um recadão!
    Bjus!

    ResponderExcluir
  4. Oi Verinha....snif!
    Acho que esqueci de algo, não foi?
    Desculpe minha querida, vou respondendo a muitos emails. Voce se importaria de mandar seu pedido para mim, aqui pelo Blog ou por email. Será minha prioridade, ok?
    Bjokas e mil desculpas!

    ResponderExcluir
  5. Oi Sonia, boa tarde querida!!!
    Muito bem esclarecido este post, realmente este método do sim ou não é interessante, porem quando sai a primeira carta neutra, complica rsrs
    Eu prefiro o modo como vc nos ensinou, acho mais prático e mais exato.
    Obrigada pela explicação, e paciência de sempre.
    Sim, o livro da Ramona Torres chegou, estou encantada, para quem quer aprender sobre o povo cigano e sua cultura, não tem ígual, recomendo a todos!

    Tenha uma tarde de muita Paz e Luz!!!

    Que nosso Mestre Jesus esteja sempre a te guiar.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Bjus querida,
    Que bom que o livro chegou, agora vc vai poder passeasr por essas estradas tão lindas!
    Vamos juntas!
    bjus

    ResponderExcluir
  7. És um amor! Só mesmo vc para me fazer abrir um sorrisão depois de uma noite complicada como a que eu tive! Obrigada por me fazer tão bem, Sonia! :D
    Vou mandar o meu pedido por email, tá?
    Muito amor para vc e todos aqueles que vc ilumina com seu jeito de ser!

    Beijos,

    Vera

    ResponderExcluir
  8. Valeu Verinha, estou aguardando, rsss
    Vou dizer, sorrisos são o melhor remédio, rss
    bjus

    ResponderExcluir
  9. Oi Sonia, boa tarde querida.

    Hoje abri o baralho para pedir um conselhos e também perguntei como ficaria a situação de trabalho/emprego para meu marido estipulei um tempo de 15 dias.
    No conselho saiu 19Torre/34Peixes/18Cão

    Para a situação do trabalho, a sequencia foi: 19Torre/15Urso/18Cão/34Peixes/11Chicote/35Âncora/29Cigana. Eu interpretei assim... vejo a torre como um momento de espera, o urso vejo como um ex: tbm para esperar, o que o urso faz na época do inverno? ele fica quieto como estratégia esperando o verão voltar. cão/peixes vejo como ajuda de amigos verdadeiros nos momentos difíceis,momentos da falta de matéria, como a torre se encontra neste jogo, vejo esta ajuda de amigos espirituais. chicote/âncora/cigana vejo como alguns possíveis momentos de tensão por falta de estabilidade, e a cigana segurando esta barra tentando manter o equilibrio da situação.
    O que vc acha?
    Mais uma vez cartas se repetem no meu jogo, fiz hj tres jogos e se repetiram as cartas Peixes/cão duas vezes e cão/peixes uma vez.
    Será algum aviso?

    Muita Paz e Luz e que nossas Mães Divinas iluminem sua estrada.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Sonia, quando puder explica pra mim uma coisa que eu não entendi - as cartas neutras. Pensei que todas elas eram ou positivas ou negativas. Essa coisa de neutra eu não captei a idéia...
    Quanto ao jogo de perguntas sim e não, essa eu entendi. Abraços carinhosos.

    ResponderExcluir
  11. Oi Shirlei, fiz um post sobre isso hoje, ok?
    De uma olhadinha lá!
    bjus

    ResponderExcluir
  12. Obrigado Sonia pela sua explicação, agora deu pra entender uma diferença sutil nestas cartas. São coisas assim que eu ficava sem entender muitas vezes, e ficava tentando encontrar respostas pra elas.

    Amiga Cigana, o meu estudo começou com a numerologia, e depois fui aprender o tarô. Sei perfeitamente que são distintos entre si, mas, como em alguns modelos de cartas ciganas existe os naipes, eu resolvi por conta própria observar quais as semelhanças entre o arcano da carta cigana e o naipe do tarô.
    Você percebe isso acontecer?
    Recentemente anotando o jogo que faço, neles fui percebendo que certas cartas quando aparecem indicam a presença ou interferência de outras pessoas além de mim nessa questão.
    Nesse olhar, quando as cartas têm o naipe de paus parecem indicar uma terceira pessoa agindo em algumas questões.
    Por exemplo, o chicote me mostra que vou precisar impor a minha vontade ou decisão sobre uma opinião externa. Na verdade o chicote representa pra mim uma disputa, a "queda de braço".
    Outra carta bem sugestiva é a cobra, ela traz em seu naipe a Rainha de Paus, e pra mim ficou bem claro acontecimentos com pessoas mais velhas da família, a avó. O curioso foi que ao embaralhar e jogar, houve duas situações que me chamaram atenção: ora saiu o cigano no meu jogo e no mesmo conjunto a carta da cobra (neste caso a questão indicava a saúde da minha sogra); e por vezes onde a carta da cigana apareceu no meu jogo, sem esquecer da carta da cobra, esta me trouxe informações da minha mãe.
    Na carta do jardim, o naipe 8 de espadas são muito parecidos. Um jardim por escolha pessoal pode ficar belíssimo ou muito feio e mal tratado. A carta do jardim eu a vejo como um passeio a qualquer lugar onde vou ter contato com muitas outras pessoas. Pois bem, até mesmo este passeio eu posso decidir - ir ou não - e essa atitude mental (Espadas - plano mental)também é indicado pelo naipe desta carta, mostrando que tenho uma questão pra decidir, e posso querer ou não, conforme o meu humor neste dia.

    Sonia, isso foi mero acontecimento ou estou misturando valores?

    ResponderExcluir
  13. Oi Shirlei, que bom que o post te ajudou!
    Aqui no Blog prefiro orientar, respeitando o máximo possível as intuições que vcs tem, assim como a forma que se sente melhor ao jogar.
    Sendo assim, respeito sua forma de entender o jogo.
    Eu particularmente prefiro separar os Oráculos. Sigo um ritual próprio que me foi orientado pela espiritualidade:
    Abro o jogo com o Baralho comum, sem perguntas para que ele "fale", e no fim de todas as leituras fecho o jogo com esse baralho trazendo um prognóstico de coisas que serão facilitadas ou não.
    A leitura fundamental do jogo, faço com o Lenormand, no Grande Jogo, para um período de tres à 6 meses. Geralmente os recados do Baralho comum, se repetem como uma advertencia no Grande Jogo.
    Por fim qd há necessidade uso o Baralho da Vovó para responder pequenas questões e trazer situações de ordem mais urgente.
    Para vc fazer o que tem feito, é preciso ter cuidado, pois corre o risco de misturar recados e não ler o que seria mais importante num jogo.
    Como um procedimento comum da abertura do Lenormand não há sequer a necessidade de usar outros Baralhos, pois ele tem capacidade de responder tudo que for perguntado dentro da Cartomancia Cigana.
    Uso os outros dois Baralhos por uma questão de carinho e dedicação a minha Ana Rosa, e sequer me atrevo a usar outros jogos com esse baralho, a não ser que ela peça.
    O Jeito que vc está fazendo pode te levar à enganos, e precisa ter muito domínio das duas leituras para não fazer confusão, ok?
    Se vc se sente bem assim, creio que deve decidir como fazer. Em termso de aprendizado e treino seria melhor separar as leituras. Experimente trabalhar com os dois Baralhos para ver como funciona!
    bjus e que os Ciganos que te acompanham iluminem seus caminhos de jogo.

    ResponderExcluir
  14. Oi Sonia, boa noite querida, sei que é muita gente pra vc responder e ajudar, mas quando tiver um tempinho dê uma olhada na interpretação do jogo que eu fiz, sua opinião é de fundamental importância, pq como estou muito envolvida emocionalmente no assunto e também por estar apenas no começo do meu aprendizado, certamente posso me equivocar com as interpretações.

    Que Sara nos ilumine e nos proteja, fique com Deus.

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Sônia, querida,
    eu costumava usar esse método com o baralho comum, mas não senti afinidade e acabei abandonando. Isso faz um bom par de anos. Então resolvi testar esse método que você sugere neste post com o baralho cigano, onde a primeira carta responde e as demais explicam. Como você já tinha alertado sobre as cartas neutras na primeira casa, resolvi mesclar o método que eu usava no baralho comum e defini que copas ou ouros = sim e paus ou espadas = não. Perguntei se esse método poderia me ajudar a enxergar minha situação sem mascará-la. A resposta foi
    28 Cigano (copas) - 10 Foice - 29 Cigana
    Interpretei que sim (copas) e que cabia a mim cortar o que não era necessário (10 Foice - 29 Cigana), sem exigir demais de mim mesma (29 Cigana).
    Continuei perguntando e acho que o jogo respondeu bem, mas ainda assim é um método que me intriga por ser extremamente direto. Como você comentou no seu post de 17 dezembro 2011 que iria escrever mais sobre esse assunto, fiquei pensando se você não poderia incluir também uma opinião sua a respeito das respostas dadas pelo baralho, do livre-arbítrio e da dualidade das cartas que pode tirar ou colocar véus sobre nossos olhos. Gostaria muito de saber sua opinião.
    Que Santa Sara acompanhe seus passos por essa sua jornada.
    Um lindo bouquet de gérberas amarelas para você, Sônia.

    ResponderExcluir

Seu comentário é importante para mim, mas nem sempre posso responder com rapidez.Agradeço sua participação e presença no Blog. Que Santa Sara seja a Luz e o Ouro em nossos caminhos!