Páginas

Que Sta Sara abençoe nossos caminhos!

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Cigana Sulamita, uma mão de magia materna sobre seus protegidos…

Minha mãezinha, onde você está?

Estou com teu filho nos braços…

Cuidando dele, enquanto voce descansa

do parto…Dorme criança, descansa que eu cuido!

Obrigada, Sulamita!

1234De vez em quando a vida nos dá oportunidade de lidar com situações divinas, onde descobrimos o quanto de luz existe em algumas criaturas. Outras vezes temos que nos confrontar com aspectos que mostram a face humana distorcida por egoísmo e fúria!

Como pode alguém fazer magia para amarrar o parto de uma mulher, e impedir que o bebe nasça com saúde e feliz?!

Pois bem, tem  gente que se presta à isso, usando de recursos negros, baixos e egoístas para impedir que um casamento se refaça e a vida em família siga com naturalidade e paz.

O Parto correu difícil, mas a criança nasceu, porém o encaixe do etérico com o físico fica difícil, por causa da magia feita, então a criança sofre ao nascer, e chora sem cessar, vítima inocente desse episódio.

Pedi ajuda à Sulamita, que me enviasse uma magia para desfazer o amarrado, e deixasse o bebe seguir livre sua jornada, e seu caminho de alma.

Como o nenem é menino, dei a sugestão de usar uma vela azul, e na agua do copo, misturar agua de laranjeira.

Um prato com doces brancos, flores brancas , sobre um papel onde os pedidos são feitos a boa Cigana.Escrever tudo que se precisa para o bebê.

Faz-se o pedido: Sulamita, a senhora que cuida dos partos, e das criancinhas pequenas, cuide da vida de meu filho(a), ajudando essa alma à encaixar nesse corpo, resgatando a sua missão nessa existencia que agora se faz cumprir.

Em nome do meu filho eu partilho de sua mesa,(comer um pedacinho do doce em nome da criança), e à ti ofereço esse agrado com todo meu amor e confiança.

Após a vela apagar, jogar fora a agua e enterrar os doces num vaso de flores.

A terra é a mãe de todas as mães, e as magias de Sulamita são enterradas para viver no segredo da Terra.

O papel com os pedidos é colocado em um envelope (rosa ou azul) e fica sob a guarda da mãe. Esse papel é imantado, e pode ser usado em outras ocasiões.

Lembre-se: Pediu, agradeça. Prometeu, cumpra.

“Optcha! Optcha, Sulamita!”

mae_universo_1280

4 comentários:

  1. Oi, Sonia!
    De facto, há pessoas muito más que não se inibem em fazer mal a crianças para servir os seus intentos. Ainda bem que podemos contar com a ajuda de nossos Mestres ciganos para desfazer tais maldades!
    Muita Luz e muita força!

    Beijos,

    Vera

    ResponderExcluir
  2. Que bom que estas por aqui Sonia, chova ou faça sol, tô sempre te lendo.

    Que triste a falta de amor de algumas pessoas não? Ainda bem que não acredito (não acreditamos) em definitividades. Tudo é reversível no amor.

    Um Beijo iluminado...

    ResponderExcluir
  3. OPtcha!
    Graças à Deus!
    Sulamita é uma grnade senhora, e muito maternal!
    bjus e bençãos de Sara, irmazinha Portuguesa!

    ResponderExcluir
  4. Oi Ziris,
    o amor é remédio...optcha!
    Com uma mão se faz, com a mão de amoz se desfaz e se reconstrói o mundo com paz e harmonia!
    Optcha!
    bjus linda!

    ResponderExcluir

Seu comentário é importante para mim, mas nem sempre posso responder com rapidez.Agradeço sua participação e presença no Blog. Que Santa Sara seja a Luz e o Ouro em nossos caminhos!