Páginas

Que Sta Sara abençoe nossos caminhos!

sábado, 19 de fevereiro de 2011

Ética na Cartomancia

Olá amigos,

Recebi um e-mail com uma pergunta bem interessante, que nos dá a possibilidade de abrir uma questão polêmica mas também muito importante: a ética na cartomancia!

Em primeiro lugar vamos ver um conceito geral sobre o que é ética:

“O termo ética deriva do grego ethos (caráter, modo de ser de uma pessoa). Ética é um conjunto de valores morais e princípios que norteiam a conduta humana na sociedade. A ética serve para que haja um equilíbrio e bom funcionamento social, possibilitando que ninguém saia prejudicado. Neste sentido, a ética, embora não possa ser confundida com as leis, está relacionada com o sentimento de justiça social.

(fonte:http://www.suapesquisa.com/o_que_e/etica_conceito.htm)

Bom amigos, colocando em outras palavras, a ética é um conjunto de valores e atitudes, que são acolhidos por um grupo social, para que possamos viver em conjunto de uma forma mais equilibrada e razoável, sem que nossas ações venham a causar problemas ou prejuízos ao próximo, sejam esses prejuízos materiais, emocionais ou espirituais.

Por exemplo, saber onde começa nosso direito e onde ele termina, pois esbarra no espaço e direito do outro, é uma conduta ética.

Ver ou saber de algo sobre alguém que afeta uma pessoa ou grupo social, nos faz pesar a atitude que tomaremos pelo aspecto ético. Devemos falar ou não sobre algo, que pode afetar a vida de outrem?

Vamos levar essas questões para a Cartomancia, para os Caminhos Divinatórios que envolvem os uso dos Oráculos, e trafegam por caminhos que não são convencionais, como os símbolos, a intuição, a espiritualidade, etc, e nos deter na pergunta que a Ciganinha me fez!

etica

Eis a pergunta:

Eu queria saber se tem como fazer uma tirada sobre uma outra pessoa sem ela estar presente, tem como? A maioria das pessoas diz que não é ético, mas dá para fazer isso? Se sim, como posso fazer uma tirada desse tipo? Beijos, agradeço!

Minha resposta…

Desde o momento em que resolvemos nos dedicar a uma arte divinatória, e no nosso caso em particular ,a cartomancia,precisamos estar necessariamente comprometidos com uma atitude ética, caso contrário estaremos fadados ao insucesso.

Mas quando jogamos para nossos consulentes, invariavelmente outras pessoas surgem no jogo: marido, esposa, filhos, mãe, pai etc…

É anti-ético falar sobre pessoas que não estão presentes?

Ético ou anti-ético é o que falamos, ou como falamos, ou quando percebemos algo comprometedor e falamos sem que o outro nos pergunte.

Normalmente quando as pessoas vem jogar, trazem suas preocupações sobre a família, amigos, etc, da mesma forma que trazem suas preocupações sobre o trabalho, dinheiro, futuro, saúde…

As perguntas sobre os outros naturalmente surgem numa consulta!

Cada oraculador deve saber o limite até onde deve ir na direção da vida do próximo sem que isso constitua um desrespeito, ou gere um problema na vida do próximo.

Vamos imaginar uma mãe que queira saber se seu filho é gay!

Entrar nessa esfera da intimidade de alguém é uma invasão ao direito de privacidade do outro. Não seria mais lógico e amoroso, se a mãe buscasse essas respostas com o próprio filho?!

Entrar nessa esfera da vida do filho seria anti-ético, pois a sexualidade é vivida em privacidade.

Num caso como esse, poderíamos avaliar se o momento é oportuno para uma conversa com o filho, baseado em  alguns aspectos que surgissem no jogo incentivando-a a buscar o diálogo, ou deixar para um próximo momento dependendo das cartas que saíssem.

etica 2

Se alguém quer saber se existe uma chance de “fulano/a” se interessar por ele/a, ou coisa parecida com isso, não seria anti-ético, como também não seria se buscássemos ver como a pessoa se sente em relação ao outro, como são suas atitudes,ou como vai se desenvolver um romance ou como anda o casamento, o emprego, estando os seus pares presentes ou não no jogo.

Porém o jogo se abre para o consulente, e tudo de fato responde a ele, e existem muitos bons conselhos e orientações que podem ser dados a partir das cartas.

Se a pessoa abre o baralho para si mesmo e quer saber de alguém que está em sua vida, deve estar muito consciente de que esta entrando na esfera psíquica do outro, portanto precisa saber exatamente o que perguntar, como perguntar e estar pronta para lidar com a resposta sem usa-la como uma arma na direção do outro, nem como uma arma apontada para si mesmo, e…não banalizar o uso do oráculo com perguntas repetitivas e inconsequentes.etica1

Essa mesma ética deve ser levada em conta nos trabalhos de magia e nos encantamentos que fazemos, pois a magia, diferente do que se ouve por ai, não é branca, nem negra, ela é o que é, uma força em ação. Branco ou negro são nossas intenções e a direção que damos aos nossos desejos, que precisam ser educados e limitados.

Por fim, respondendo a segunda pergunta que foi feita, para fazer perguntas sobre outra pessoa, precisamos selecionar uma carta, carrega-la com a energia da pessoa e então proceder a leitura normalmente.

Em outro post volto a esse tema com exemplos!

Bjus e paz!

…e lembre-se, aquilo que você cria, é seu! Use o oráculo com responsabilidade.

Manouche Sonia

6 comentários:

  1. Boa tarde Sonia, passando para lhe desejar um domingo de luz e uma semana abençoada!!!

    Fique com as bençãos de Deus e nossas Mães Divinas.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Boa noite Sônia.Pergunta complicada esta, mas você tem razão.
    Quantas vezes num jogo,os nossos amigos ou parentes mais próximos saem e sem que tenhamos perguntado?Se fôssemos pela ética( não que não tenha), não deveríamos querer saber sobre eles, pq afinal de contas, é o nosso jogo que nos diz respeito.Mas ocorre que quando queremos saber sobre outra pessoa,em alguma coisa ela nos interessa.
    O saber a título somete de informação, ok.Mas saber para o masuseio é outra coisa.Acho que este deva ser o cuidado e a ética do profissional que joga.
    Sônia vou ficando por aqui.
    Um beijão, boa semana
    Fique com Deus
    Beth, a anônima
    Rsrsrs

    ResponderExcluir
  3. Oi Francia, que Sara lhe conceda uma semana de luz e bençãos!
    Que o Povo Cigano esteja em seus caminhos!
    Optcha!

    ResponderExcluir
  4. Oi Beth!
    Pois é querida, o bom senso vem acima de tudo!
    Dias de felicidade pra vc!
    bjus

    ResponderExcluir
  5. Sônia, excelente post! Um beijão e tenha uma linda semana!!!!

    ResponderExcluir
  6. Bjus Valéria!
    Te desejo uma semana de luz!
    obrigada pelas palavras!

    ResponderExcluir

Seu comentário é importante para mim, mas nem sempre posso responder com rapidez.Agradeço sua participação e presença no Blog. Que Santa Sara seja a Luz e o Ouro em nossos caminhos!