Páginas

Que Sta Sara abençoe nossos caminhos!

sexta-feira, 30 de maio de 2014

A Ancestralidade na carta extra 37/ Mystiches Lenormand

A versão atualizada do Mystiches Lenormand nos presenteou com quatro cartas extras de forte conteúdo espiritual, o que não é tendencia na Europa, mas neste caso foi uma surpresa agradável e instigante para aqueles que consideram que a espiritualidade possa participar em algum nível no momento da leitura das cartas.
Existe grande variedade de pensamentos entre os Cartomantes, essas diferenças vão de uma visão absolutamente cartesiana, separando a razão de qualquer experiência mistica, centrados na técnica, no método de leitura, até aqueles que sentem-se completamente envolvidos por uma experiência espiritual (intuição,vidência, presença de espíritos, etc) e descartam a necessidade de estudos dos símbolos ou qualquer aprofundamento intelectual ou prático.
Creio que a maioria dos Cartomantes transitam entre esses dois extremos, incluindo eu mesma, que considero tanto a necessidade de estudar, trocar experiências, vivenciar métodos e técnicas de leituras novos, até o momento de me concentrar e deixar fluir a intuição, escutar meu intimo, interagir com as energias que cercam o momento do jogo e eventualmente me permitir  "ouvir" e transmitir algum recado que venha da espiritualidade.
A carta 37 nos ajuda a perceber a possibilidade de não estarmos sós diante de uma leitura, não porque estejamos necessariamente rodeados de espíritos por todos os lados,  mas porque nossa existência é algo mais complexo do que nossa identidade atual, nosso Ego. Seja por todas as experiências que vivemos em outras vidas, nossos outros "eus" ou pelo somatório de  experiências adquiridas pelas vias históricas e espirituais que nos ligam aos nossos antepassados, e que de alguma forma contribuem para um tipo de "conhecimento", tudo está disponível e pode ser acessado via intuição.
A imagem da carta 37 deixa ver pessoas, vultos de diferentes épocas, homens e mulheres que estão na retaguarda da leitura que a Cartomante faz, além disso dois animais interferem diretamente na cena da leitura, a Raposa com sua inteligencia e capacidade de observação ajudando a manter a percepção focada na realidade material do jogo, e o cão o aliado incondicional que chama a atenção da mulher para a realidade imaterial que a cerca, já que os cães são animais sensíveis à presença dos espíritos.


Desde que C.G.Jung nos presenteou com a possibilidade de vivenciarmos a realidade presente através do inconsciente coletivo, lidar com as imagens contidas em um oráculo ultrapassou o mero entendimento de um conceito fixo, para passear por zonas arquetípicas onde convivem Deuses e Deusas e outros seres que fazem parte de uma rica gama de mitos.  Nesta carta a Sereia, ser mitológico das águas, sustenta o candelabro feito com chifres do Alce, um animal de poder que representa a responsabilidade e persistência, tudo iluminado no palco na nossa percepção e ação, do inconsciente pessoal, coletivo e o processo cognitivo.
Esta carta me agradou demais, pois conjuga as duas estradas, a lógica formal e a espiritualidade, que se fundem na compreensão da leitura, alinhavando as incontáveis influencias que estão presentes numa mesa de jogo. Algumas bem óbvias como as imagens que se estampam nas cartas, outras mais sutis enveredam por caminhos não tão seguros que só podem ser compreendidos pela sensibilidade ou pela intuição.
Acima de tudo a Luz, que exige de nós uma visão clara sobre o "todo", mais que apenas as suas partes isoladas.
De fato na cartomancia não cabe apenas saber os significados das cartas, outros componentes estão ali enriquecendo e fazendo a liga alquímica da leitura: saber, foco, precisão, prontidão, sensibilidade, ética e tudo o mais que nos faz transitar entre o visível e o não visível. Horas atravessamos a ponte para fazer a leitura, horas somos nós mesmos essa ponte que liga os dois lados do mundo do consulente.
Agradeço a Socorro pela oportunidade de vivenciar esse lindo deck Mystiches Lenormand, criado pelas mãos de Regula Elizabeth Fiechter and Urban Trosh.

Um bjo amigos!








4 comentários:

  1. Querida Sonia, fico realmente feliz que este trabalho da Regula & Urban tenha atravessado nosso lindo Atlântico, tenha chegado em suas mãos e esteja recebendo a merecida atenção em seus estudos e enriquecendo ainda mais suas leituras! Muito grata amiga! Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida Socorro! Essas cartinhas atravessaram muito mais que oceanos ;)
      um bjo grande <3

      Excluir
  2. Realmente Sonia,belo texto,você estava "inspirada" por essa Luz do Alto para observar essa carta e elucidar sobre a importância de expandirmos sempre nosso Visão em todos os sentidos.Bela carta,essa 37 do Mystiches Lenormand,que arte!Eu já tinha namorado ela,pelo site da Socorro,mas agora me apaixonei de vez...rs.Obrigada.beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Juliana! Obrigada pelos Florais e pelo carinho! Um bjo querida!

      Excluir

Seu comentário é importante para mim, mas nem sempre posso responder com rapidez.Agradeço sua participação e presença no Blog. Que Santa Sara seja a Luz e o Ouro em nossos caminhos!