Páginas

Que Sta Sara abençoe nossos caminhos!

quinta-feira, 31 de julho de 2014

Conversas de Dona Maria Mulambo


Não fica claro o motivo que leva um Guia Espiritual a criar um diálogo com seu afilhado. 
Mas certo é que cada mensagem de Dona Maria tem seu propósito. De tal forma, intenso, dinâmico, preciso em explicações, foram esses dois últimos meses, que finalmente concluí o que me foi orientado.


Essa tarefa tornou-se imperativa diante de tantas outras coisas que estavam encaminhadas: o curso de baralho comum (interrompido pela quebra do meu notebook e o apagão no HD do mesmo!).


O que me sobrou do Note foram duas folhas impressas, com toda a orientação e diretrizes de seu trabalho, e nada mais.


Assim, com duas folhas que imprimi, e algumas anotações feitas à mão restou-me tudo que foi ditado por essa Mestra
, em uma noite em que recebi sua visita em minha casa.

Os amigos aqui da Cartomancia sabem que gosto de escrever, filosofar sobre os Arcanos, trocar idéias, etc.

Desta vez, vivi uma experiencia diferente, pois todo o conteúdo de sua mensagem, a ordem, o direcionamento, as explicações, as definições de conduta, tudo foi dela, nada meu.

Interessante é tornar-se passivo e receptivo numa situação desta!
Logo eu que tenho opiniões fortes e um gosto próprio, uma forma pessoal, um estilo que foi fruto da vivencia que tive. Tudo isso deixei de lado para dar forma e fala a Dona Maria Mulambo, esta Mestra dos caminhos 
de muitos de nós e que vem ao auxílio junto com suas Irmãs de batalha, sempre que nos falta a Luz!
Assim seja! Cumpri o que me foi pedido!
Trabalho finalizado, sem méritos pessoais, a não ser o de ter sido obediente, apesar de ter sido chamada de teimosa muitas vezes durante esse processo, e de ter desejado aprender com quem tem tanto para ofertar!

Como ela mesma diz, no fim tudo se resume a amor, e no início também! As pessoas é que não compreendem!
Não, não é fácil compreender o "amor" pois temos idéias românticas sobre isso, mas espiritualmente o amor cumpre a Lei, e é bem simples, viver no amor do início ao fim nos liberta de equívocos.

Amigos, finalizando o trabalho que me foi passado, apenas ajustando os últimos retoques para, se Deus quiser, compartilhar com vocês o trabalho de Dona Maria, na próxima semana!
Um bjo em todos!
Sonia Boechat Salema








terça-feira, 29 de julho de 2014

Carta do dia: Caminho e Chave

Oi amigos!
Vou compartilhar minhas cartas do dia, pois achei muito legal.

São cartas boas, que podem nos impulsionar para um momento bem interessante, mas podem funcionar melhor se percebemos a oportunidade e nos tornamos agentes da ação!

Muitas vezes o jogo aponta caminhos e a partir dai podemos vislumbrar saídas para situações que estavam mornas, bloqueadas ou mesmo quando positivas mas carentes de uma nova direção.

Essa dinâmica que ocorre ao interagir duas forças faz toda diferença na leitura das cartas.  Se elas tivessem caído em outra ordem , Chave e Caminho, a  solução de um problema ou resposta já teria ocorrido e seria necessário avaliar os dois lados da questão e escolher o melhor caminho a seguir.



Aproveito para conversar com vocês a respeito dos muitos posts que tenho feito no Facebook (Pagina "Cartomancia Tzara da Estrela) a respeito de Dona Maria Mulambo.
À pedido desta Senhora tenho escrito o que me é pedido, transmitindo de modo mais fiel possível aquilo que é de seu interesse, da mesma forma que sempre atendi o que me foi pedido por intermédio de meu amado Povo Cigano.

Não foi sem motivo, emnbora na época nem eu mesma entendesse, que coloquei uma fita dourada dedicada a D. Mulambo, entre as fitas do meu Kepara.
Hoje, tempo passado, entendi seus e meus motivos, coisas de Alma que se revelam apenas no tempo certo.

Em breve, vou trazer as questões mais importantes sobre esse assunto para um debate mais amplo.

Bjus e muitas felicidades!

Baseie sua direção confiando na sua alma, no seu coração. Não deseje ser quem de fato não é, isso empobrece o caminho e nos faz perder a direção!

sexta-feira, 11 de julho de 2014

O Chicote na língua...

Oi Amigos!

Que bom encontrar esse tempo para escrever!

Esses últimos dias tem sido de uma correria tão grande que me impediu de estar  aqui  trocando idéias com vocês.

O que me trouxe aqui hoje foi uma "inspiração" que tive ao tomar um café com uma amiga.

Falávamos sobre coisas em geral, até que em nossas "filosofias de café" conversamos sobre como as pessoas de forma geral se apressam em julgar, expressar algum comentário negativo, ou mesmo uma crítica severa ao outro, sem pesar as consequências ou mesmo sem dar ao pensamento e a emoção um "tempo de amadurecimento" mesmo que pequeno!

Lembrei do Chicote, a carta 11 do Baralho Lenormand e me ocorreu que entre suas características e fisionomia, encontra-se a "palavra na ponta da língua", que sai impulsivamente sem o crivo da razão e que quando ponderado posteriormente leva à culpa e muitas vezes ao arrependimento.

Uma conversa interessante essa de hoje! 
Traçando um paralelo entre a rapidez do desaforo, da crítica ferina, da palavra lançada sem medir as consequências, penso em seu oposto, o "bem falar ou a boa palavra" e o quanto pode ser curativa, benéfica e construtiva.

Tudo pode ser dito se for bendito, caso contrario maldito será...

Tenho visto em cenários bem familiares o chicote deixando riscos nas peles alheias, então antes de lançar pedras e chicotear é melhor recolher ao silencio ou fazer o exercício da boa palavra.

Creio que muita confusão é feita em nome da sinceridade. Podemos ser sinceros e honestos, mas existe um limite entre o que pode ser colocado em palavras. Para tudo que é lançado ao ar, o retorno é certo.

Como o mundo e os outros é nosso espelho, melhor pensar um pouco, amadurecer a crítica, abrandar o gesto que de alguma forma representa exatamente o que somos, muito mais do que o outro é.

Deixo um bjo para todos, minhas desculpas pelas respostas aos comentários, que não tenho podido dar.

Lindo fim de semana, e aguardem as novidades que traremos para vocês!

Que Sta Sara cuide de nós!